Concursos Previstos

Após escândalo, prefeito de Jupi reduz seu salário em 50%

Após praticamente 1 ano da decretação do estado de calamidade e pandemia mundial, o prefeito de Jupi, Marcos Patriota, resolveu amenizar a situação orçamentária da prefeitura. Para tanto, publicou no site oficial do município um decreto em que reduz em 50% seu salário, assim como do vice-prefeito. Os salários dos secretários também foram reduzidos. O documento está anexo.

A medida é vista com desconfiança e como tentativa de colocar panos quentes após o escândalo de administração inadequada das vacinais que o município recebeu para imunização frente ao coronavírus. No último dia 19/01, ao receber as vacinas que deveriam ser aplicadas em grupos prioritários, como idosos e profissionais da saúde, pessoas próximas ao prefeito realizaram uma verdadeira farra, sendo imunizadas em detrimento a milhares de brasileiros que necessitam do antídoto de forma justificada.

Com efeito, recentemente a equipe do Jaula esteve na cidade de Jupi em busca de informações sobre o concurso da cidade que estaria eventualmente em fase avançada, com edital iminente. Segundo relatos dos morados, o prefeito não se envolve diretamente com a prefeitura, estando essa sob tutela dos seus delegados. Empresário do ramo da construção civil, tem patrimônio estimado em 6 milhões de reais. Fala-se que, apesar de querido na cidade, a prefeitura não é sua prioridade. O fotografo investigado pelo MP, chamado Guilherme JG, é homem de confiança do prefeito. Está a seu lado praticamente 24h por dia. O decreto de redução dos salários é um eufemismo diante da situação de indignação que se instalou no município. Sua eventual ausência como chefe do executivo diuturnamente talvez explique a postura ousada dos servidores comissionados.

Diante da exposição é provável que a prefeitura seja auditada pela CGU, assim como outros órgãos de fiscalização. A receita federal também deve vasculhar as contas pessoais do prefeito. O TCE, por sua história, não deve se omitir. Guilherme JG, por exemplo, não é funcionário de carreira, concursado, ou fez qualquer seleção simplificada para ocupar o cargo. A propósito, deste 2017 o Tribunal de Contas vem cobrado do prefeito realização de concurso para substituir os contratos precários. Apesar de ter confirmado recentemente em entrevista de rádio sua inclinação para realizar concurso, até o momento não se tem nada de concreto.

A redução do seu próprio salário é uma medida sensata. No entanto, fica algumas questões no ar: Porque só fez a redução agora? Se não houvesse o escândalo esse decreto ainda seria publicado? Outro fato que intriga é que o decreto foi publicado hoje, 21/01, mas está com datado de abril de 2020. Essas questões pairam no ar.

DECRETO Nº 017.2020

Posts relacionados
Concursos Previstos

Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns nomeia comissão e anuncia concurso

A fonte da notícia baixo é o diário oficial dos municípios de Pernambuco, data 23/02, pág 68. O…
Leia mais
Concursos Previstos

FUNASE: TCE determina que secretaria responsável realize concurso com urgência

O Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE) julgou ilegal a maneira como os atuais gestores da Funase e…
Leia mais
Concursos Previstos

Secretário Administrativo de Sanharó-PE é multado e TCE determina realização de Concurso Público

Relatados e discutidos os autos do Processo TCE-PE nº 1920164-3, ACORDAM, à unanimidade, os…
Leia mais
Newsletter
Seja um Concurseiro

Inscreva-se na nossa newsletter e obtenha o melhor conteúdo sobre concursos de Pernambuco, feito sob medida para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *